Parcerias

Parcerias

As ações sustentáveis que desenvolvemos na Quinta da Estância, em parceria com diversas Instituições, possuem uma contribuição expressiva para o meio ambiente e a sociedade, mas nosso maior diferencial é a capacidade de utilizar todas estas iniciativas para disseminar as melhores práticas à sociedade.

Desde nossa fundação em 1992 já tivemos o prazer de receber mais de 1 milhão de visitantes e muitas parcerias conquistadas. Todas estas pessoas possuem o potencial para replicar este conhecimento, desenvolvendo ações sustentáveis pensadas globalmente, mas agindo localmente e beneficiando a todos nós.

Mais que uma visão estratégica, para nós, o valor das parcerias se percebe na troca de culturas e experiências positivas e no compartilhamento de ideais, contribuindo para um desenvolvimento mais sustentável.

Conheça nossos projetos e quem ajuda a construir nossa história e a qualidade de nossos serviços, pois potencializando virtudes, otimizamos resultados.

 

MBC – Movimento Brasil Competitivo e FNQ – Fundação Nacional da Qualidade: Parceria desenvolvida através do Prêmio MPE Brasil, considerado o OSCAR da Micro e Pequena Empresa no país a Quinta da Estância venceu as etapas estadual e nacional na categoria Boas Práticas de Responsabilidade Social, concorrendo com mais de 56 mil empresas inscritas.

 

Pacto Global da ONU: No dia 1º de março de 2011 a Quinta da Estância se tornou o 1º empreendimento de turismo do Brasil aceito Signatário do Pacto Global da ONU. O Pacto Global foi desenvolvido em 2000 pelo então Secretário Geral da ONU Kofi Annan com o objetivo mobilizar a comunidade empresarial na adoção de valores fundamentais e internacionalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate a corrupção refletidos em 10 princípios de respeito a estes 4 pilares.

Caring for Climate: Em 2011 integramos o Caring for Climate, subgrupo do Pacto Global especializado no combate as mudanças climáticas que congrega 350 empresas do mundo.

 

Projeto Pescar
Em 2009, a Fazenda fechou parceria para sediar a Gincana das Unidades POA e Grande POA do Projeto Pescar. A iniciativa reuniu mais de 700 jovens recebidos com valores subsidiados pela Quinta da Estância, tornando a Fazenda Apoiadora Oficial do Projeto Pescar.

 

Setur – Secretaria de Turismo RS
Temos uma parceria solidificada com a Secretaria de Turismo do RS desde 1993, promovendo o crescimento do Turismo no RS. A Quinta da Estância também faz parte do Grupo Gestor de Turismo Rural do RS, juntamente com FETAG, SEBRAE, ABRATUR-RS, SENAC, SENAR, EMATER, Instituto Escola de Chimarrão e SETUR POA, grupo que implementa e gerencia o Planejamento Estratégico do Turismo Rural no RS.

 

Secretaria de Educação do RS
A parceria da Quinta da Estância com a Secretaria de Educação do RS se mantém desde 1992, fundação da Fazenda. Nos últimos anos esta parceria possibilitou o projeto Escola Pública na Quinta, onde as escolas públicas do RS podem realizar visitas a Fazenda com valores subsidiados (abaixo dos custos da Fazenda) de março a agosto.

 

FAMURS
A Quinta da Estância mantém parceria com a FAMURS (Federação dos Municípios do RS) desde 2007, possibilitando que as Escolas Municipais do RS visitem a Fazenda com valores subsidiados para passeios de março a agosto.

 

PGQP
Em 2008, a Fazenda Quinta da Estância foi convidada pelo Sr. Pierry (diretor executivo do PGQP) para realizar a Palestra de Abertura do Congresso Internacional de Gestão realizado na FIERGS. O evento contou com palestrantes internacionais e mais de 2000 gestores, tendo como tema a Sustentabilidade. E foram as ação realizadas pela Fazenda no âmbito social e ambiental, que motivaram este convite. Após este evento a Quinta da Estância foi convidada a fazer parte do corpo diretivo do Comitê Regional de Viamão e, desde então, aplica de forma sistemática os critérios de qualidade promovidos pelo PGQP.

 

ONG de Recicladores Nossa Senhora da Conceição
Em parceria com a ONG Nossa Senhora da Conceição, a Fazenda complementou os projetos de estudo sobre reciclagem. Agora, dispomos de membros da ONG para conversar com os alunos e desmistificar a condição dos separadores de lixo, estreitando ainda mais o convívio dos alunos com o hábito ecológico e social de separar o lixo.

Reserva Guarani da Estiva e Canta Galo

Em um trabalho de valorização da cultura indígena iniciado em 1998, a Quinta da Estância fechou uma parceria para o desenvolvimento do Programa Pedagógico dos Povos Indígenas, esta parceria uniu monitores da Fazenda e membros da comunidade indígena para um dos mais abrangentes projetos de estudo prático da cultura indígena do Rio Grande do Sul.
O Programa virou atração e prossegue acontecendo até hoje sempre no mês de abril. Nesta iniciativa, as turmas recebem descontos para que tragam doações que serão entregues diretamente aos índios (em 2000 arrecadamos cerca de 20 toneladas de alimentos), o que proporcionou alimentação para a aldeia durante cerca de sete meses.

 

Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS (MCT)
Criamos juntos um pólo turístico-pedagógico que atrai centenas de visitantes do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo, e incrementa as opções turísticas de qualidade de toda a região metropolitana.
Embrapa
Estamos constantemente atualizados com as mais novas técnicas e pesquisas na área agro-ecológica. Desta forma, conseguimos sempre apresentar projetos inovadores e científicos para nossos visitantes.

 

Greenpeace e Monsanto
De início, estas duas parcerias parecem contraditórias, de um lado a maior ONG mundial de preservação ambiental e de outro a maior produtora mundial de agrotóxicos e criadora dos Transgênicos. Mas para nós esta contradição não existe. Quando trabalhamos com educação (seja esta Corporativa ou para Instituições de Ensino) devemos manter a total imparcialidade e oferecer os diferentes pontos de vista sobre um mesmo tema, para que desta forma possamos criar um espírito crítico nos participantes, propiciando que estes tomem suas próprias decisões do que é certo ou errado, principalmente quando se trata de temas tão polêmicos.


Ibama

Em 1996, a Quinta da Estância recebeu a licença de Criadouro Conservacionista, na época sendo o 2° do Brasil. O Criadouro tem como objetivo a reprodução de animais silvestres em vias de extinção, para posterior repovoamento de áreas degradadas. Com isso, a Quinta construiu um dos mais importantes Zoológicos da Fauna Silvestre de Aves do Rio Grande do Sul. Hoje, contamos com diversas espécies como Mutuns, Jacutingas, Papagaios, Araras Canindé, Tacha, Cisnes, Patos e Marrecas Silvestres, Javalis, Jacaré, Emas, etc.

Brigada Ambiental
Também no ano de 1996, a Quinta da Estância foi considerada pelo Ibama como área de preservação e soltura de animais silvestres, desde então, quase todos os dias, diversas apreensões de animais que estavam sendo traficados chegam a Quinta. Estes animais, depois de passar por período de avaliação, são recuperados e reambientalizados em viveiros, para que possam reaprender a viver em liberdade, até serem liberados na área da Fazenda (sob aprovação dos órgãos fiscalizadores).
Pouco tempo depois, a Quinta recebeu a autorização de receber também apreensões da flora gaúcha, o que a tornou um grande centro de preservação da Flora e Fauna de nosso estado, além de um grande laboratório de conscientização ecológica.

 

Fundação Zoobotânica e Parque Zoológico de Sapucaia do Sul
Transferência de animais e aves da Fauna Brasileira de propriedade do Parque para a Quinta, e de exóticos da Quinta para o Zoológico.