Jardim Botânico

Projetos Série Por Série    Projetos Especiais    Projetos Anuais    Projetos Personalizados   Treinamento   Lazer   Pacotes   Jardim Botânico

Quinta da Estância no Jardim Botânico

Jardim botanico foto de sergio_bavarescoEm março de 2017 a Quinta da Estância realizou parceria com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, SEMA e Fundação Zoobotânica para realização de atividades de educação no Jardim Botânico (ver notícia clicando aqui).

Foto Sérgio Bavaresco.

O Projeto possibilita que Escolas e demais interessados possam realizar projetos pedagógicos de grande relevância educacional dentro do Jardim Botânico, ambiente localizado no coração de Porto Alegre, contando com todo o know-how da Quinta da Estância e com atendimento especializado de seus monitores.

Serão pacotes de um turno (manhã ou tarde) com ou sem lanche (pic-nic) e com programação específica, criada e realizada de forma exclusiva pela Quinta da Estância e acompanhada por monitoria especializada em aulas práticas.

Para reserva e valores basta ligar para a Quinta da Estância (51 3444.2655; 3485.1276; 3485.1740) ou enviar e-mail (atendimento@quintadaestancia.com.br) e agendar seu passeio. Os projetos no Jardim Botânico com a Quinta da Estância ocorrem de Terça-Feira à Domingo pela manhã das 8:30hs às 12hs ou à tarde das 13:30hs às 17hs (nas segundas-feiras o Jardim Botânico não possui atividades de visitação).

 

PROGRAMAÇÃO PEDAGÓGICA QUINTA DA ESTÂNCIA NO JARDIM BOTÂNICO

Treinamento equipe no Jardim Botânico 2017A programação pedagógica desenvolvida para o Projeto Quinta da Estância no Jardim Botânico é totalmente distinta dos programas desenvolvidos na Fazenda e busca intensificar ao máximo as vivências e os aprendizados realizados nesta incrível área de Porto Alegre. Seguem algumas sugestões de projetos pedagógicos (todos os projetos ocorrem em períodos de 1/2 turno pela manhã ou tarde, por cada turno podemos desenvolver até 2 projetos distintos com cada turma):

 

Detetive Biológico:

Programa de Alfabetização CartográficaNeste projeto, os alunos se tornarão verdadeiros detetives biológicos, localizando plantas exóticas inseridas na vegetação nativa, com o auxílio de lupas, catálogo de plantas e a lista das 10 mais procuradas invasões biológicas do Jardim Botânico de Porto Alegre.

Os alunos aprenderão como identificar as diferenças entre espécies de plantas nativas e exóticas, identificarão, nos ambientes do Jardim Botânico, como se dá a propagação de espécies exóticas nocivas ao ambiente natural e como podemos deter estes avanços.

 

Identificando Espécies

BotânicaUtilizando lupas e um catálogos de espécies vegetais, com fotos, características e detalhes de cada espécie, os participantes serão desafiados a identificar as principais espécies de plantas do Jardim Botânico, devendo instalar todas as placas de sinalização disponibilizadas.

 

Formações Florestais

Matas nativas preservadasOs alunos visitarão ambientes do Jardim Botânico que representam formações florestais do Rio Grande Sul, devendo identificar estas formações e localizá-las no mapa de cobertura vegetal do Estado.

Com o auxílio de um catálogo das formações florestais do RS, um mapa de cobertura vegetal do Estado e uma câmera fotográfica instantânea, cada turma deverá tirar uma foto das formações florestais identificadas na visita e colá-las no mapa, em cima das respectivas áreas de ocorrência de cada formação, completando o mapa-álbum de preservação do Estado.

 

Do Macro ao Micro

Paisagem exuberante à 28 km de Porto AlegreUtilizando mapas e fotos de satélites, fotos aéreas, binóculos e lupas, os participantes serão desafiados a identificar o impacto positivo de áreas preservadas, analisando os principais benefícios globais, regionais e locais, desde combate às mudanças climáticas, criação de micro climas, preservação de espécies e identificação da micro fauna e flora.

Os alunos aprenderão sobre a diferença de abordagens, características e detalhes das análises da vegetação como um todo (foto de satélite) até das partes de cada planta (com utilização de lupas).

 

Curiosidades Botânicas

CogumelosAtravés de uma visita cheia de surpresas, mistérios e descobertas, os alunos irão localizar e discutir as principais “curiosidades botânicas” localizadas no Jardim Botânico de Porto Alegre. Esqueleto da raiz da figueira, uma árvore “dentro” da outra, “avenida de cupins”, árvores “abraçadas”, “planta do dinheiro”, entre muitos outros mistérios e curiosidades, serão abordados neste projeto.

 

Pequeno Cientista Botânico

Os alunos aprenderão como cada tipo de planta realiza sua reprodução no ambiente natural e em laboratório e quais são as formas de reprodução possíveis para várias espécies de plantas.

 

Flora e Fauna do Passado

Fósseis réplicasOs participantes farão uma imersão para o estudo de Plantas Primitivas (muitas ainda residentes do Jardim Botânico), evolução das principais espécies de fauna e flora, fósseis de animais e vegetais (projeto com visitação ao MCN).

 

.

História dos Jardins Botânicos

Em todas as programações nossos monitores irão explicar a importância e função de preservação dos Jardins Botânicos no mundo, valorizando este patrimônio que o Estado mantém para os gaúchos.

 

Programas personalizados

De acordo com os objetivos pedagógicos e conteúdos que a Escola e os professores quiserem abordar, criaremos projetos personalizados para atendê-los.

 

A implantação do Projeto possibilitaria o alcance, pela Instituição participante, de alguns dos ODS propostos pela ONU, de acordo com projeto escolhido:

ODS logo finalAlém do que já foi mencionado, ressaltamos que a Organização das Nações Unidas lançou no ano de 2016 um ambicioso projeto global chamado de Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) que prevê o alcance de metas globais até 2030.

Os ODS são um plano de ação para as pessoas, o planeta e a prosperidade. A Agenda consiste em uma Declaração de 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e as 169 metas, uma seção sobre meios de implementação e de parcerias globais, e um arcabouço para acompanhamento e revisão.

Os ODS aprovados foram construídos sobre as bases estabelecidas pelos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), de maneira a completar o trabalho deles e responder a novos desafios. São integrados e indivisíveis, e mesclam, de forma equilibrada, as três dimensões do desenvolvimento sustentável: a econômica, a social e a ambiental.

ODS todosAprovados na Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (setembro de 2015), a implementação dos ODS será um desafio, o que requererá uma parceria global com a participação ativa de todos, incluindo governos, sociedade civil, setor privado, academia, mídia, e Nações Unidas.

A Quinta da Estância aderiu ao Núcleo Estadual do ODS ainda no ano de 2015 e desde então se tornou uma referência na aplicação e disseminação destes objetivos, todo este know-how será implantado no projeto em questão, expandindo para seus CLIENTES o atingimento de diversos destas metas a partir da implantação de nossas atividades no Jardim Botânico.

Neste projeto, estaremos atingindo os seguintes ODS (ao lado do ODS salientamos o ponto que possui mais sinergia com o projeto):

  •   ODS 2 – Promover a Agricultura Sustentável.

Ação alinhada ao ODS: Promoção do uso da terra para produção rural sustentável na agricultura

e em outras áreas.

  •  ODS 3 – Assegurar uma vida saudável e prover o bem estar para todos.

Ação alinhada ao ODS: Promover aproximação das pessoas a atividades ao ar livre e em contato com ambiente natural. Projeto de chás medicinais e uso da natureza para saúde e bem estar.

  • ODS 4 – Assegurar a educação de qualidade

Ação alinhada ao ODS: Propiciar a concretização do conhecimento através de vivências práticas.

  • ODS 6 - Garantir disponibilidade e manejo sustentável da água.

Ação alinhada ao ODS: Promoção da preservação ambiental de matas ciliares para manutenção dos mananciais de água.

  • ODS 11 – Tornar cidades mais sustentáveis.

Ação alinhada ao ODS: Promoção e preservação do patrimônio natural com trabalho do Jardim Botânico.

  • ODS 12 – Assegurar padrões de consumo e produção sustentável.

Ação alinhada ao ODS: Disseminar a ideia de padrão de consumo mais sustentável.

  • ODS 13 - Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima.

Ação alinhada ao ODS: Projeto de neutralização dos gases do efeito estufa da Quinta da Estância.

  • ODS 15 - Proteger, recuperar e promover o uso sustentável das florestas.

Ação alinhada ao ODS: Valorização do Jardim Botânico como área de pesquisa e promoção do uso sustentável das Florestas. Através do plantio de árvores nativas que além de absorverem o CO2 emitido pelos passeios, aumenta as áreas de matas nativas e possibilitam mais conforto aos animais residentes da Área de Preservação Ambiental do Banhado Grande, (área onde está localizada a Quinta da Estância).

  • ODS 17 – Fortalecer os mecanismos de implementação e revitalizar a parceria global.

Ação alinhada ao ODS: Parceria de quatro instituições distintas no desenvolvimento do Projeto (Instituição participante, Quinta da Estância, SEMA e Fundação Zoobotânica).

 

O nível de aprofundamento pedagógico e comprometimento do projeto proposto com uma visão inovadora de sustentabilidade demonstra a importância estratégica na sua aplicação, o protagonismo e grau de protagonismo das instituições participantes na busca de soluções para demandas locais, além de uma visão global de responsabilidade e sustentabilidade.

Solicite orçamento para seu passeio pedagógico: atendimento@quintadaestancia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>